EXÍLIO

Insônia é tatear travesseiro vazio Insensatez é chamar nome ausente Devaneio é segurar mão distante Desatino é rir da saudade Insanidade é dizer boa noite a ninguém.

- Carlucho Vitaliano