Como pode chamar isso de evolução, se os prédios crescem, mas o amor não.

- Fabio Brazza