Como ave

Quando teu corpo se encontrar em noites sufocadas de solidão e angústias, mergulharei em teus abismos, como ave em vertical voo, para que faças de mim abrigo, travessia.

- Rosemary Chaia